Tag Archives: resumo

Especial Harry Potter III – Livros

19 nov

Harry Potter e as Relíquias da morte

Nome: Harry Potter and the Deathly Hallows
Data de lançamento: Julho de 2007 – Grã-Bretanha // Novembro de 2007 – Brasil
Editora brasileira: Rocco
Editora oficial: Bloosmbury
Páginas: 592 páginas

Sinopse Oficial

Voldemort está cada vez mais forte e Harry Potter precisa encontrar e aniquilar as Horcruxes para enfraquecer o lorde e poder enfrentá-lo. Nessa busca desenfreada, contando apenas com os leais amigos Rony e Hermione, Harry descobre as “Relíquias da Morte”, que serão úteis na batalha do bem contra o mal. Ação eletrizante conduzida com maestria por J. K. Rowling, concluindo os passos de herói de Harry Potter na maior saga bruxa de todos os tempos.

Capítulos

  • 01 – A Ascensão do Lorde das trevas
  • 02 – In Memoriam
  • 03 – A Partida dos Dursley
  • 04 – Os Sete Potter
  • 05 – O Guerreiro Caído
  • 06 – O Vampiro de Pijama
  • 07 – O Testamento de Dumbledore
  • 08 – O Casamento
  • 09 – Um Esconderijo
  • 10 – A História de Monstro
  • 11 – O Suborno
  • 12 – Magia é Poder
  • 13 – A Comissão de Registro dos Nascidos Trouxas
  • 14 – O Ladrão
  • 15 – A Vingança do Duende
  • 16 – Godric’s Hollow
  • 17 – O Segredo de Batilda
  • 18 – A Vida e as Mentiras de Alvo Dumbledore
  • 19 – A Corça Prateada
  • 20 – Xenofílio Lovegood
  • 21 – O Conto dos Três Irmãos
  • 22 – As Relíquias da Morte
  • 23 – A Mansão dos Malfoy
  • 24 – O Fabricante de Varinhas
  • 25 – O Chalé das Conchas
  • 26 – Gringotes
  • 27 – O Esconderijo Definitivo
  • 28 – O Espelho Desaparecido
  • 29 – O Diadema Perdido
  • 30 – A Demissão de Severo Snape
  • 31 – A Batalha de Hogwarts
  • 32 – A Varinha das Varinhas
  • 33 – A História do Príncipe
  • 34 – De Volta à Floresta
  • 35 – King’s Cross
  • 36 – A Falha no Plano
  • Epílogo – Dezenove Anos Depois

As Relíquias da Morte

As Relíquias da Morte são presentes dado pela Morte aos irmãos citados no livro infantil Os Contos de Beddle, o Bardo. Esses objetos eram a Varinha das Varinhas, a Pedra da Ressurreição e o Manto da Invisibilidade. Esses três objetos mágicos são representados pelo símbolo que representa cada relíquia (um triângulo, um círculo e um risco no meio).

Os Contos de Beedle, o Bardo

O livro Os Contos de Beedle, o Bardo, são histórias contadas para as crianças bruxas. No livro Harry POtter e as Relíquias da Morte, o livro é deixado por Dumbledore para Hermione, sendo que, somente um dos cinco contos é citado no livro, ‘O Conto dos Três Irmãos’.

A autora J. K Rowling desenvolveu, escreveu à mão e desenhou somente sete cópias do pequeno livro, entre os quais, seis deu para pessoas que a ajudaram ao decorrer da saga Harry Potter, sendo que cada livro tem uma dedicatória diferente, e somente um foi leiloado para ajudar a Instituição Children’s Voice, que ajuda crianças desamparadas de toda Europa, na qual J.K. Rowling é co-fundadora. Em um leilão milionário a Amazon.com adquiriu o pequeno livro e divulgou os contos para os fãs. Todas as cópias têm sua capa revestida com couro marroquino e é enfeitado de pedras semipreciosas e prata. São os contos:

O Mago e o Caldeirão Saltitante
A Fonte da Grande Fortuna
O Coração Peludo do Mago
Babbity a coelha, e seu Tronco que Cacarejava
O Conto dos Três Irmãos

No começo a autora J.K. Rowling tinha em mente que o livro teria mais ou menos trinta contos no total, mais isso não foi possível depois que a autora se deu conta de que os publicaria e escreveria todos à mão. Em uma recente entrevista, a autora falou que: ‘esses livros são uma forma maravilhosa para dizer adeus à saga Harry Potter’.

O conto mais famoso e de grande destaque no livro, o Conto dos Três Irmãos, pode ser lido abaixo:

“Era uma vez três irmãos que viajavam numa estrada deserta e tortuosa ao anoitecer. Depois de algum tempo, os irmãos chegaram a um rio fundo demais para passar a pé e perigoso demais para atravessar a nado. Os irmãos eram, porém, exímios em magia, e então simplesmente agitaram as suas varinhas e fizeram aparecer uma ponte sobre as águas traiçoeiras. Iam a meio da ponte quando viram o caminho bloqueado por um vulto encapuzado. E a Morte falou-lhes. Estava zangada por ter sido roubada em três novas vítimas, porque o normal era os viajantes se afogarem no rio. Mas a Morte era astuta. Fingiu felicitar os três irmãos pela sua magia, e disse que cada um ganharia um prêmio por ter sido inteligente o bastante para lhe escapar. Então, o irmão mais velho, que era um homem combativo, pediu uma varinha mais poderosa que todas as que existissem: uma varinha que vencesse sempre todos os duelos, uma varinha digna de um feiticeiro que derrotara a Morte! Então, a Morte atravessou a ponte, dirigiu-se a um velho sabugueiro na margem do rio, moldou uma varinha de um galho da árvore e entregou-a ao irmão mais velho. Depois, o segundo irmão, que era um homem arrogante, resolveu humilhar ainda mais a Morte e pediu o poder de restituir a vida aos que ela levara. Então a Morte apanhou uma pedra da margem do rio e entregou-a ao segundo irmão, dizendo-lhe que a pedra tinha o poder de ressuscitar os mortos. Depois, a Morte perguntou ao terceiro e mais jovem dos irmãos, o que queria. O irmão mais novo era o mais humilde e também o mais sensato dos irmãos, e não confiava na Morte. Pediu, então, algo que permitisse ele sair daquele lugar sem ser seguido pela Morte. E a Morte, de má vontade, entregou-lhe o seu próprio Manto da Invisibilidade. Depois a Morte afastou-se para um lado e deixou os três irmãos continuarem o seu caminho e foi o que eles fizeram, comentando, com espanto, a aventura que tinham vivido e admirando os presentes da Morte. No devido tempo, os irmãos se separaram, seguindo cada um o seu destino. O primeiro irmão viajou uma semana ou mais e, ao chegar a uma vila distante, procurou outro feiticeiro com quem tinha desavenças. Armado com a Varinha de Sabugueiro como arma, ele não poderia deixar de vencer o duelo que se seguiu. Deixando o inimigo morto estendido no chão, o irmão mais velho dirigiu-se a uma estalagem, onde se gabou, em alto e bom som, a poderosa varinha que arrancara à própria Morte, e que o tornava invencível. Na mesma noite, outro feiticeiro aproximou-se silenciosamente do irmão mais velho enquanto dormia na sua cama, embriagado pelo vinho. O ladrão levou a varinha e, para a cautela, cortou o pescoço ao irmão mais velho. Assim a Morte levou o irmão mais velho. Entretanto, o segundo irmão viajou para a sua casa, onde vivia sozinho. Aí, tomou a pedra que tinha o poder de ressuscitar os mortos e girou-a três vezes na mão. Para seu espanto e satisfação, a figura da rapariga em que tivera esperança de desposar, antes da sua morte precoce, surgiu instantaneamente diante dele. Contudo, ela estava triste e fria, separada dele como que por um véu. Embora tivesse retornado ao mundo dos mortais, o seu lugar não era ali, e ela sofria. Por fim, o segundo irmão, enlouquecido pela saudade, matou-se para poder verdadeiramente se unir a ela. E assim a Morte levou o segundo irmão. Embora a Morte procurasse o terceiro irmão durante muitos anos, jamais conseguiu encontrá-lo. Somente quando atingiu uma idade avançada é que o irmão mais novo tirou, finalmente, o Manto da Invisibilidade e o deu ao seu filho. “E então acolheu a Morte como uma velha amiga e acompanhou-a de bom grado, e como iguais, partiram desta vida.”

O primeiro artefato mágico dado pela Morte, a Varinha das Varinhas, foi um pedido do irmão mais velho, ele queria ter a varinha que tivesse poder suficiente para vencer a todos os duelos e que lhe trouxesse a honra de alguém que derrotara a morte. A varinha era feita de madeira de sabugueiro, a qual fora encontrada nas margens do rio onde os irmãos e a Morte se localizavam. Porém, na mesma noite em que o bruxo conseguiu a varinha, um ladrão roubou ela enquanto ele dormia e foi morto pelo bandido. Assim, a Morte levou o irmão mais velho consigo. A Varinha das Varinhas era por longo tempo a varinha de Dumbledore, que após a sua morte pertenceu à Draco e agora de Harry Potter. No entanto, Harry devolve a varinha ao seu “legítimo” dono, Alvo Dumbledore, deixando-a no túmulo do diretor.

Varinha Anciã

A Varinha Anciã foi uma das relíquias da Morte dada a um dos irmãos Peverell, que queria possuir uma varinha que o fizesse invencível e que ganhasse qualquer duelo, segundo o conto Três Irmãos, encontrado no livro Os Contos de Beedle, o Bardo.

O fascínio que gerava a posse de um bruxo sobre a varinha invencível fez com que bruxos lutassem para ter a posse de tal. Um bruxo só poderia se tornar realmente dono da varinha se matasse o dono atual ou toma-la sem consentimento. Apesar de muitos gabarem ter a tal Varinha das Varinhas, realmente foram poucos os bruxos que a tiveram. Depois de passar de mão em mão, a Varinha reaparece na mão do produtor de varinhas, Gregorovitch. Anos mais tarde, a varinha iria ser roubado de si por Grindewald, que desejava possuir todas as relíquias da morte. Grindewald planejava fazer coisas maléficas as pessoas quando fosse dono da varinha anciã. Assim, Dumbledore o desafiou em duelo, que ficou marcado na história bruxa recente, no qual saiu campeão e dono da Varinha das Varinhas. Dumbledore ficou sendo por mais de cinqüenta anos proprietário da Varinha. Após sua morte, Voldemort impaciente com a ligação de sua varinha com a de Harry, queria possuir a Varinha Anciã para que enfim pudesse derrotar Harry em um duelo. Depois de torturar e matar pessoas em busca da varinha, Voldemort violou o túmulo de Dumbledore e acreditou que enfim era dono da varinha.

Mesmo com a varinha, Voldemort sentia que seus feitiços não faziam o efeito desejado e concluiu que Snape era o dono da varinha, pois tinha matado Dumbledore. Mal Voldemort sabia que a morte de Dumbledore tinha sido planejada, então Snape não poderia ser realmente o dono da varinha, sendo que minutos antes, Draco Malfoy desarmou Dumbledore e tornou-se dono da varinha Anciã. Na noite em que Harry foi parar na Mansão dos Malfoy, Harry roubou a varinha de Draco, tomando-a sem seu consentimento, sendo assim, no final das contas, o dono da Varinha Anciã era Harry Potter.

Depois de a própria varinha se virar contra Voldemort e Harry o matar, a varinha voltou ao túmulo de Dumbledore. O único feitiço que Harry fez com a varinha foi consertar sua antiga varinha. Para todos os efeitos, Harry falou que irá morrer de morte natural, então, a magia da varinha irá se acabar junto com a morte de Harry.

A Pedra da Ressurreição é na verdade o Anel de Servolo Gaunt, quem recebeu a pedra foi o segundo irmão, como presente da Morte. Na mesma noite, o bruxo desejou a volta de sua mulher – já que o poder da pedra era de ressuscitar os mortos -, porém, quando sua mulher amada volta, ele percebe que ela aparenta triste e fria, com isso, o segundo irmão se suicida, para se juntar à mulher que tanto amava. No final do livro, descobrimos que Dumbledore havia colocado a Pedra dento do Pomo de Ouro e Harry viu todos os seus familiares mortos, na noite da batalha final.

Pedra da Ressureição

A Pedra da Ressurreição é umas das Relíquias da Morte citados no último livro da saga Harry Potter, Harry Potter e as Relíquias da Morte. Ela teria sido dada ao segundo irmão, Cadmo Peverell, pela Morte depois dos três irmãos a terem vencido, segundo o conto dos Três Irmãos presente no livro Os Contos de Beedle, o Bardo. Com a pedra em seu poder, acredita que pode vencer a morte trazendo as pessoas de volta a vida. Volta para sua casa e a gira em sua mão três vezes, fica abismado ao ver a garota que tanto queria se casar, antes de sua morte, aparecendo na sua frente. Mesmo estando tão perto dele, ela está fria e molhada e é separada dele por um véu. Cadmo entra em desespero por não poder toca-la e acaba se suicido para assim poder ficar com sua amada.

Desde então a pedra percorreu pelas famílias bruxas de sangue puro, até ser vista novamente com Servolo Gaunt, que a usava acreditando que era sinônimo do poder de sua família. Tempos depois, Voldemort usa o mesmo anel para fazer dele uma das suas sete horcruxes, aprisionando um dos pedaços de sua alma dentro do anel. Dumbeldore volta a casa dos Gaunt e encontra o anel. O destrói e o coloca dentro do primeiro pomo de ouro capturado por Harry em Hogwarts. Harry não entende o porque de Dumbledore ter lhe dado o pomo em seu testamento. Somente quase no fim do livro, Harry descobre o que Dumbledore tinha feito e a alma de seus pais e Lupin o encorajam a seguir em frente na batalha contra Voldemort.

E por último, o Manto da Invisibilidade foi dado ao irmão menor, por ele não acreditar na Morte, buscou a maneira de sair livremente sem que a Morte o encontrasse. Com isso, ele foi o único irmão que sobreviveu, passou sua vida inteira debaixo da capa e depois só saiu dela quando deu ao seu filho. A capa passou de geração em geração até chegar à Harry Potter, que hoje possui a Capa da Invisibilidade.

Capa da Invisibilidade

Uma das únicas capas da invisibilidade existentes hoje pertence a Harry Potter. Ele a ganhou quando cursava o seu primeiro ano em Hogwarts; foi um presente de Natal de Dumbledore. A capa chegou nas mãos de Dumbledore através de Tiago Potter, pai de Harry, que a ganhou de um dos moradores de Godric’s Hollow, quando se mudou para lá.

A capa da invisibilidade tem o poder de ocultar tudo que está sob ela. Harry Potter a usou muito em todos os seus anos em Hogwarts; quando não era para esconder a si, era para esconder também os seus leais amigos, Rony e Hermione.

No último livro da série, descobrimos que o primeiro dono da capa foi Ignoto Peverell, um ancestral de Harry. O livro Os Contos de Beddle – O Bardo, que Dumbledore deixou de herança à Hermione, diz que Ignoto a ganhou da própria Morte, quando conseguiu atravessar com a ajuda de sua varinha um rio que até lá ninguém tinha conseguido atravessar sem morrer afogado.

Horcruxes

Diário de Tom Riddle (destruído em Câmara Secreta)
Medalhão de Salazar Slytherin (destruído em Relíquias da Morte)
Taça de Helga Hufflepuff (destruído em Relíquias da Morte)
Diadema de Ravenclaw (destruído em Relíquias da Morte)
Anel dos Gaunt (destruído em Enigma do Príncipe)
Nagini (destruído em Relíquias da Morte)
Harry Potter (destruído em Relíquias da Morte – apenas a parte em que vivia uma parte da alma de Voldemort)

Anúncios

Especial Harry Potter III – Livros

19 nov

Harry Potter e a Pedra Filosofal

Nome: Harry Potter and the Sorcerer’s Stone
Data de lançamento: 1997 – Grã-Bretanha, 2000 – Brasil
Editora brasileira: Rocco
Editora oficial: Bloosmbury
Páginas: 264 páginas

Sinopse

Órfão de pai e mãe, Harry Potter vive num quartinho embaixo da escada na casa dos tios, que o rejeitam. O menino também sofre com a perseguição do primo mimado, Duda. No dia de seu aniversário de 11 anos, ele descobre que é um bruxo e que a estranha cicatriz em sua testa, na forma de um raio, foi provocada por um duelo com Voldemort, o todo-poderoso bruxo das trevas que matou seus pais. Ele ingressa na Escola de Magia de Hogwarts, conhece seus dois maiores amigos, Rony e Hermione, aprende a jogar quadribol e enfrenta, novamente, seu maior rival. No Brasil, o livro foi lançado em abril de 2000.

Capítulos

  • 01 – O Menino que Sobreviveu
  • 02 – O Vidro que Sumiu
  • 03 – As Cartas de Ninguém
  • 04 – O Guardião das Chaves
  • 05 – O Beco Diagonal
  • 06 – O Embarque na Plataforma Nove e Meia
  • 07 – O Chapéu Seletor
  • 08 – O Mestre das Poções
  • 09 – O Duelo à Meia Noite
  • 10 – O Dia das Bruxas
  • 11 – Quadribol
  • 12 – O Espelho de Ojesed
  • 13 – Nicolau Flamel
  • 14 – Norberto, o Dragão Norueguês
  • 15 – A Floresta Proibida
  • 16 – No Alçapão
  • 17 – O Homem de Duas Caras

Harry Potter e a Câmara Secreta

Nome em inglês: Harry Potter and the Chamber of Secrets
Data de lançamento: 1998 – Grã-Bretanha, 2000 – Brasil
Editora brasileira: Rocco
Editora oficial: Bloosmbury
Páginas: 287 páginas.

Sinopse

Em seu segundo ano na Escola de Magia de Hogwarts, Harry Potter começa a ser atormentado por vozes estranhas, que parecem sair de dentro da sua cabeça. Ele descobre ser ofidioglota, característica rara entre os bruxos, o que levanta suspeitas dele ter sido o responsável por abrir a Câmara Secreta, que guarda o terrível monstro Basilisco. Manipulada por Voldemort, Gina Weasley, irmã de Rony, é capturada e levada à Câmara – e somente Harry pode salvá-la. Até Hermione, amiga querida de Potter, é atacada pelo monstro e se transforma numa estátua. Só resta ao nosso herói tentar resolver o mistério por conta própria. O título chegou às prateleiras do país em agosto de 2000.

Capítulos

  • 01 – O Pior Aniversário
  • 02 – O Aviso de Dobby
  • 03 – A Toca
  • 04 – Na Floreios E Borrões
  • 05 – O Salgueiro Lutador
  • 06 – Gilderoy Lockhart
  • 07 – Sangue-Ruim e Vozes Invísiveis
  • 08 – A Festa do Aniversário de Morte
  • 09 – A Pichação Na Parede
  • 10 – O Balaço Errante
  • 11 – O Clube dos Duelos
  • 12 – A Poção Polissuco
  • 13 – O Diário Secretíssimo
  • 14 – Cornélio Fudge
  • 15 – Aragogue
  • 16 – A Câmara Secreta
  • 17 – O Herdeiro de Slytherin
  • 18 – A Recompensa de Dobby

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban

Nome: Harry Potter and the Prisioner of Azkaban
Data de lançamento: 1999 – Grã-Bretanha, 2000 – Brasil
Editora brasileira: Rocco
Editora oficial: Bloosmbury
Páginas: 348 páginas

Sinopse

Agora com 13 anos, Harry Potter torna-se mais rebelde, desafiando os tios e os professores. Nas aulas com o professor Lupin, ele aprende como enfrentar os terríveis dementadores, que se alimentam da alma das pessoas, e são os guardiões da prisão de Azkaban, de onde fugiu Sirius Black. Há indícios de que o prisioneiro possa estar na escola e, o que é pior, de que haja um traidor em Hogwarts. Inúmeras surpresas mostram que é preciso cuidado para reconhecer a distância entre a versão de alguns fatos e a verdade. A autora ainda presenteia o leitor com emocionantes partidas de quadribol, novas e assustadoras criaturas mágicas e um final surpreendente. A Rocco lançou o terceiro volume da série em dezembro de 2000.

Capítulos

  • 01 – O Correio-coruja
  • 02 – O Grande Erro de Tia Guida
  • 03 – O Nôitibus Andante
  • 04 – O Caldeirão Furado
  • 05 – O Dementador
  • 06 – Garras e Folhas de Chá
  • 07 – O Bicho-Papão no Armário
  • 08 – A Fuga da Mulher Gorda
  • 09 – A Amarga Derrota
  • 10 – O Mapa do Maroto
  • 11 – A Firebolt
  • 12 – O Patrono
  • 13 – Grifinória vs. Corvinal
  • 14 – O Ressentimento de Snape
  • 15 – A Final do Campeonato de Quadribol
  • 16 – A Predição da Profª Trelawney
  • 17 – Gato, Rato e Cão
  • 18 – Aluado, Rabicho, Almofadinhas e Pontas
  • 19 – O Servo de Lord Voldemort
  • 20 – O Beijo do Dementador
  • 21 – O Segredo de Hermione
  • 22 – Novo Correio-coruja

Harry Potter e o Cálice de Fogo

Nome: Harry Potter and the Goblet of Fire
Data de lançamento: 2000 – Grã-Bretanha, 2001 – Brasil
Editora brasileira: Rocco
Editora oficial: Bloosmbury
Páginas: 583 páginas

Sinopse

No quarto ano em Hogwarts, Harry Potter, embora ainda sem idade suficiente, é misteriosamente selecionado pelo Cálice de Fogo para competir no arriscado Torneio Tribruxo. Estranhos sinais luminosos no céu mostram que Voldemort pode estar anunciando sua volta. Além disso, a marca na testa de Harry não pára de doer, o que sempre significa que algo muito tenso está para acontecer. Harry e seus amigos precisam enfrentar testes terríveis, dentro e fora da gincana. Será que estão preparados? Com um desfecho de tirar o fôlego, Harry Potter e o Cálice de Fogo chegou ao Brasil em junho de 2001.

Capítulos

  • 01 – A Casa dos Riddle
  • 02 – A Cicatriz
  • 03 – O Convite
  • 04 – De Volta à Toca
  • 05 – As Gemialidades Weasley
  • 06 – A Chave de Portal
  • 07 – Bagman e Crouch
  • 08 – A Copa Mundial de Quadribol
  • 09 – A Marca Negra
  • 10 – Caos no Ministério
  • 11 – A Bordo do Expresso de Hogwarts
  • 12 – O Torneio Tribruxo
  • 13 – Olho-Tonto Moody
  • 14 – As Maldições Imperdoáveis
  • 15 – Durmstrang e Beauxbatons
  • 16 – O Cálice de Fogo
  • 17 – Os Quatro Campeões
  • 18 – A Pesagem das Varinhas
  • 19 – O Rabo-Córneo Húngaro
  • 20 – A Primeira Tarefa
  • 21 – A Frente de Libertação dos Elfos Domésticos
  • 22 – A Tarefa Inesperada
  • 23 – O Baile de Inverno
  • 24 – O Furo Jornalístico de Rita Skeeter
  • 25 – O Ovo e o Olho
  • 26 – A Segunda Tarefa
  • 27 – O Retorno de Almofadinhas
  • 28 – A Loucura do Sr. Crouch
  • 29 – O Sonho
  • 30 – A Penseira
  • 31 – A Terceira Tarefa
  • 32 – Osso, Carne e Sangue
  • 33 – Os Comensais da Morte
  • 34 – Priori Incantatem
  • 35 – Veritaserum
  • 36 – Os Caminhos se Separam
  • 37 – O Começo

O Torneio Tribruxo

O Torneio Tribruxo é um evento bruxo onde são escolhidas as 3 escolas de magia e bruxaria, cada escola tem o seu representante para participar do campeonato, o qual será disputado com os outros em 3 tarefas que exploram todas as forças de cada esolhido. É o Cálice de Fogo que escolhe cada participante.

Em Harry Potter e o Cálice de Fogo, acontece algo assustador: Harry Potter é selecionado ao Torneio Tribruxo. Sendo então 4 participantes:

Vítor Krum – Durmstrang / Fleur Delacour – Beauxbatons / Cedrico Diggory – Hogwarts / Harry Potter – Hogwarts

A Primeira tarefa era que cada participante deveria escolher um dragão, deste dragão eles deverão pegar um ovo o qual a criatua estará guardando. Todos os 4 participantes ganharam a tarefa.

A Segunda tarefa era que cada participante deveria entrar no lago negro e salvar uma vítima dos sereianos. Fleur Delacour perdeu a tarefa.

A Terceira e última tarefa era que cada participante deveria entrar no labirinto e encontrar a Taça Tribruxo. Apenas Harry Potter e Cedrico chegam à Taça.

Harry Potter e a Ordem da Fênix

Nome: Harry Potter and the Order of the Phoenix
Data de lançamento: 2003 – Grã-Bretanha, 2003 – Brasil
Editora brasileira: Rocco
Editora oficial: Bloosmbury
Páginas: 704 páginas

Sinopse

O Ministério da Magia começa a intervir em Hogwarts, não acreditando no retorno de Voldemort propalado por Harry Potter e Alvo Dumbledore. Indicada pelo Ministério como professora de Defesa Contra as Arte das Trevas, Dolores Umbrigde proíbe a matéria para alunos mais novos, o que leva Harry a fundar a Armada Dumbledore, para ensinar seus colegas a se defenderem do lorde e seus Comensais da Morte. Na batalha bem versus mal, Harry vai enfrentar as investidas de Voldemort sem a proteção de Dumbledore, já que o diretor de Hogwarts é afastado da escola. E vai ser sem seu protetor que o jovem herói enfrentará descobertas sobre a personalidade controversa de seu pai, Tiago Potter, e a perda de alguém muito próximo. Não foi por acaso que J. K. Rowling chegou às lágrimas escrevendo o quinto volume da série, lançado no Brasil em novembro de 2003.

Capítulos

  • 01 – Duda Dementado
  • 02 – Uma Revoada de Corujas
  • 03 – A Guarda Avançada
  • 04 – Largo Grimmauld, nº 12
  • 05 – A Ordem da Fênix
  • 06 – A Mui Nobre e Antiga Casa dos Black
  • 07 – O Ministério da Magia
  • 08 – A Audiência
  • 09 – As Tribulações da Sra. Weasley
  • 10 – Luna Lovegood
  • 11 – A Nova Canção do Chapéu Seletor
  • 12 – A Professora Umbridge
  • 13 – A Detenção com Dolores
  • 14 – Percy e Almofadinhas
  • 15 – A Alta Inquisidora de Hogwarts
  • 16 – No Cabeça de Javali
  • 17 – Decreto Educacional Número 24
  • 18 – A Armada de Dumbledore
  • 19 – O Leão e a Cobra
  • 20 – A História de Hagrid
  • 21 – O Olho da Cobra
  • 22 – O Hospital St. Mungus para Doenças e Acidentes Mágicos
  • 23 – Natal na Enfermaria Fechada
  • 24 – Oclumência
  • 25 – O Besouro Acossado
  • 26 – Visto e Imprevisto
  • 27 – O Centauro e o Dedo Duro
  • 28 – A Pior Lembrança de Snape
  • 29 – Orientação Vocacional
  • 30 – O Gigante Grope
  • 31 – N.O.M.s
  • 32 – De Mal a Pior
  • 33 – Luta e Fuga
  • 34 – O Departamento de Mistérios
  • 35 – Para Além do Véu
  • 36 – O Único que ele Temeu na vida
  • 37 – A Profecia Perdida
  • 38 – Começa a Segunda Guerra

Profecia

“Aquele com o poder de vencer o Lorde das Trevas se aproxima… nascido dos que o desafiaram três vezes, nascido ao terminar o sétimo mês… e o Lorde das Trevas o marcará como seu igual, mas ele terá um poder que o Lorde das Trevas desconhece… e um dos dois deverá morrer na mão do outro pois nenhum poderá viver enquanto o outro sobreviver… aquele com o poder de vencer o Lorde das Trevas nascerá quando o sétimo mês terminar…”

Harry Potter e o Enigma do Príncipe

Nome: Harry Potter and the Half-Blood Prince
Data de lançamento: 2005 – Grã-Bretanha // Brasil – 2005
Editora brasileira: Rocco
Editora oficial: Bloosmbury
Páginas: 510 páginas

Sinopse

Dumbledore passa a dar aulas particulares a Harry Potter e lhe mostra na penseira – bacia de pedra para estocar lembranças – fatos que confirmam a busca de Voldemort pela imortalidade através das Horcruxes, objetos criados para guardar parte da alma. Com Hogwarts invadida pelos Comensais, Potter presencia o assassinato de Dumbledore pelo ambíguo professor Severo Snape, o “Príncipe Mestiço”, cumprindo seu Voto Perpétuo para não morrer. Junto de Rony e Hermione, Harry parte para encontrar e destruir todas as Horcruxes do lorde das trevas, tornando-o mortal. Harry Potter e o enigma do Príncipe chegou às livrarias do país em novembro de 2005.

Capítulos

  • 01 – O Outro Ministro
  • 02 – A Rua da Fiação
  • 03 – Querer é Poder
  • 04 – Horácio Slughorn
  • 05 – Fleuma Demais
  • 06 – A Fugida de Draco
  • 07 – O Clube do Slugue
  • 08 – O Triunfo de Snape
  • 09 – O Príncipe Mestiço
  • 10 – A Casa de Gaunt
  • 11 – A Ajudinha de Hermione
  • 12 – Pratas e Opalas
  • 13 – Riddle, o Enigma
  • 14 – Felix Felicis
  • 15 – O Voto Perpétuo
  • 16 – Um Natal muito Gelado
  • 17 – Uma Lembrança Relutante
  • 18 – Surpresas de Aniversário
  • 19 – Campana de Elfos
  • 20 – O Pedido de Lord Voldemort
  • 21 – A Sala Impenetrável
  • 22 – Depois do Enterro
  • 23 – Horcruxes
  • 24 – Sectusempra
  • 25 – A Vidente Entreouvida
  • 26 – A Caverna
  • 27 – A Torre Atingida Pelo Raio
  • 28 – A Fuga do Príncipe
  • 29 – O Lamento da Fênix
  • 30 – O Túmulo Branco

Resumo dos capítulos – Possui SPOILERS

1. O Outro Ministro

O primeiro ministro britânico trouxa recebe uma visita de Fudge, o qual informa que é o novo Ministro da Magia. É discutido o estado em que se encontra o mundo mágico e o mundo trouxa, também conversam sobre Voldemort.

2. A Rua da Fiação

Belatriz Lestrange e Narcisa Malfoy vão até a casa de Severo Snape pedir ajuda. Narcisa é quem vai fazer o pedido à Snape para que o professor proteja Draco Malfoy (seu filho) de uma missão desconhecida que Voldemort lhe destinou.

A série Harry Potter

Após o título de cada livro, segue a data de publicação original, no Reino Unido.

• Harry Potter e a Pedra Filosofal (30 de Junho de 1997)

• Harry Potter e a Câmara Secreta (2 de Julho de 1998) (Intitulado Harry Potter e a Câmara dos Segredos em Portugal)

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban (8 de Julho de 1999)

• Harry Potter e o Cálice de Fogo (8 de Julho de 2000)

• Harry Potter e a Ordem da Fênix (21 de Junho de 2003) (Intitulado Harry Potter e a Ordem da Fénix em Portugal)

• Harry Potter e o Enigma do Príncipe (16 de Julho de 2005) (Intitulado Harry Potter e o Príncipe Misterioso em Portugal)

• Harry Potter e as Relíquias da Morte (21 de Julho de 2007) (Intitulado Harry Potter e os Talismãs da Morte em Portugal)

Além destes, J.K Rownling ainda escreveu os livros:

• Animais Fantásticos e onde habitam
• Quadribol Através dos Séculos
• Os contos de Beedle, o Bardo.